8 preocupações aos 20 e poucos anos

E bateu o último sinal do ensino médio, mas dessa vez é definitivo, não tem mais volta! Faculdade? Trabalhar? Intercâmbio?
Escolher o que fazer depois da escola nunca foi tão complicado. Mas e depois que seus 20 vão chegando e o tempo vai passando? Bate um desespero não é mesmo ?
Bem, eu com 21 anos sei que não sou a melhor pessoa para dar essas respostas, aliás, também piro muito com essas coisas. Mas assim como você, tento lidar da melhor maneira possível com toda essa loucura que é a vida de um adulto recém-formado.

1- Me formei e agora?


Peguei o meu tão sonhado diploma, agora partiu para o mercado de trabalho (caso você já não esteja trabalhando na sua área). Mas nossa, mandei currículo para muitas empresas e ninguém me retornou!
Eu poderia dizer “relaxa, você vai encontrar algo” ou “uma hora você se encaixa”, mas nãaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaooo!
Corra atrás moço (a), por que não está fácil pra ninguém! Nunca esteve na verdade.

Mas eu diria para você correr atrás dos seus sonhos. Nem todo mundo tem o sonho de trabalhar em um escritório.
Agora que você se formou (e eu espero que você tenha se formado em algo que você realmente gosta), vá atrás do que te faz feliz!
Afinal, nascemos para isso, não é mesmo ?

2- Meus amigos tem um trabalho bacana e eu não.


É normal nos compararmos as pessoas ao nosso redor. Mas isso não pode fazer com que essa comparação seja definida como algo bom ou ruim. Você não é pior que seu amigo por que ele tem um emprego melhor, ou o salário dele é superior ao seu. Ou vice-e-versa.
Temos que entender que cada um tem o seu tempo certo e o seu próprio sucesso, a sua realização pessoal, e nem sempre será da mesma maneira que outras pessoas. ~estamos no século XXI e ainda não entendemos isso~.

3- “Meus Deus, ainda estou solteiro (a) ” ou “Meus Deus, já tive um monte de relacionamentos e nenhum deu certo”.


Olha, quem se preocupa com isso merece uns tapa nas orelhas.
Relacionamento vem do amor. E o amor vem para todos, mas da mesma maneira que citei no item ali em cima, para cada um chega na hora certa. Então não nos desesperemos, ok? ~ou talvez sim~
Até por que existem várias formas de amar, e uma delas é o amor-próprio.

4- Será que escolhi a profissão certa?


Quem nunca?
Sentir insatisfação profissional é normal. Nem todo emprego é perfeito, sempre haverá algo que não seja do seu agrado. Aos 20 e poucos anos nós percebemos isso, que por mais que a gente faça o que ama, sempre tem uma pedrinha te incomodando ~ou as vezes uma naja mesmo~, mas isso não é motivo para pensar que você escolheu a profissão errada. Se está infeliz, tente algo novo, um emprego novo, há tantas possibilidades.
Mas caso você realmente sinta que o que você escolheu não era o que queria, recomesse.
Recomeçar não é fácil, mas as vezes é a melhor opção a ser feita, do que viver uma vida infeliz.

5- Nada é como planejei


Levando em consideração que você tem 20 e tantos anos, e os seus planejamentos foram feitos quando você era adolescente, então, não se preocupe se as coisas não estão indo como você imaginava, pois aos dezetantos anos, nós pensamos que sabemos o que queremos, mas conforme o tempo vai passando, percebemos que o mundo é enorme e as possibilidades são infinitas, e você pode todos os dias planejar coisas novas.

6- Ainda moro com meus pais


Pois aproveite! Por que depois você vai sentir uma saudaaaade….

7- Não sei cozinhar


É, aí esta uma coisa que eu estou aprendendo. E olha que eu sou bastante julgada pelas pessoas por aí. Mas eu não me importo não. Afinal, sempre tive minha mamis que fazia comida para mim, e agora eu estou aprendendo aos pouquinhos.
E não me sinto nem um pouco inferior às pessoas da minha idade que sabem, e também não entendo essa pira com o que as pessoas sabem ou não fazer, aliás a vida é um processo e a cada dia que passa aprendemos uma nova habilidade.
Afinal, nem todo mundo nasceu aprendendo a andar, ou começaram a andar no mesmo tempo, não é mesmo ?!

8- Sou um desastre


Você pode até pensar que é um desastre, mas nunca acredite nisso. As vezes a vida parece uma tempestade, tem horas que nada funciona e tudo dá errado.
Mas eu sempre acredito, que nas piores situações da nossa vida é quando devemos erguer a cara e mostrar que somos fortes, e que nada pode nos derrubar.
Acredite, por mais difícil que seja, sempre haverá um caminho e uma porta a ser aberta. Se não tive ruma porta, que seja uma janela.
Acredite em você, tudo vai dar certo!

Meus 20 e tantos anos ainda estão no começo, talvez quando o tempo passar eu não tenho mais essa visão.
Fiz uma lista de preocupações baseado no que vivo, e no que vejo pessoas da minha idade passarem, e a melhor forma como lidamos com isso. Talvez a minha melhor forma não seja como a sua, mas eu adoraria saber como você lida com isso! Me mande um e-mail contando, ou comente aqui nos comentários! Vou adorar saber como vocês lidam com essas preocupações aos 20 e tantos anos. Talvez quando estiver mais velha eu refaça esse post, e quando eu for trintona, novamente hahaha!

Espero que tenham gostado!

Beeijosssss

4 comments
  1. Se contar que não tinha esses tipos de pensamentos aos 20 poucos anos você acredita?
    Sei lá acho que sempre esperei que vida me desse o que pudesse, mas sempre correndo atrás de alguma coisa entende?!
    Adorei o post!

    beijos

    1. Que inveja de ti! hahaha
      É um bom modo de pensar, amei <3
      Obrigada pela visita !

  2. Excelente post!
    Me identifiquei com várias preocupações.
    A boa notícia é que, agora com 30 anos, percebi que tudo é uma fase.
    😉
    bjO

    Dany
    Blog Breshopping da Dany
    Conheça também o Breshopping da Dany KIDS

    1. Que bom saber que é tudo uma fase! hahaha
      Obrigada pela visita more, volte sempre!
      Beijos

Leave a Reply